Publicado em

Survive: Fuga de Altântida

Uma ilha está afundando e salve-se quem puder! Eu via essa cena toda manhã quando tomava Toddy com leite e via meu achocolatado lentamente afundar no mar branco!

Já tinha visto esse jogo em vários foruns e imaginei que seria um jogo divertido de se jogar, sobretudo com as crianças, fui convencido ao ver o Top 5 do Jack Explicador quando falou que seu filho dificilmente ganhava esse jogo, mas amava jogar e ser igualmente sacaneado.

A montagem do jogo é bastante simples e interativa, você espalha todas as peças  (praia, floresta e rochas) no espaço destinado a ilha, depois cada um coloca um meeple em cada uma das placas disponíveis e depois cada um coloca um barco em cada espaço de mar. O jogo começa com a tentativa de levarmos o máximo de meeples da ilha para praia (com três movimentos por jogador), afundarmos uma das placas e movimentarmos os seres que tornam o lago muito perigoso.

Os tubarões atacam os meeples, as baleias amam os barcos e as serpentes marinhas atacam o que se mover no mar, e aí começa a diversão. Geralmente a mamãe poupa os filhos até que um deles conduza um tubarão até seu meeple (homenzinho). O papai geralmente não tem escrúpulos e ataca a todos igualmente.

O jogo é simples, você não pensa muito e não dura mais que uma hora, a única complicação é se acostumar com as ações que cada peça afundada traz;  Boa diversão, principalmente a seus filhos de 8 a 12 anos que curtem esse esquema do bateu levou.

Um comentário sobre “Survive: Fuga de Altântida

  1. Esse jogo é maravilhoso e ainda não tenho. Não vejo a hora da Conclave relançar e a Ludosfera vender..

Deixe uma resposta